terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Paciência...

é artigo de luxo!

Te juro que às vezes queria ser mais paciente. Mas é tão difícil.
Quer um exemplo clássico irritante?

  • Se você coloca no msn o status ocupado, qual a dificuldade das pessoas entenderem que você está realmente ocupado. Creio que se tivesse o status fui fazer cocô, ainda assim teríamos alguém pra chamar a atenção.

Mais um?

  • Você avisa que está de TPM (no meu caso em específico é como estar armada), mas não é um aviso qualquer, é praticamente um convite a ser cauteloso. Todos que me conhecem o suficiente notam meu estado "TPMístico" só pelo modo de eu respirar. Eu fico insuportável, nem eu me aguento. Mas, sempre tem um pra estragar o meu dia e o dele por consequência. Aí, a malvada da história sou eu, claro! Porque eu sou grosseira, mal educada e todo o blábláblá que poderia ser evitado desde de o ínicio!

Outro?

  • Todos que já dormiram no mesmo quarto que eu sabem o quanto eu sou animada ao me levantar. Eu falo muito. Por mim e pelos demais. Sou super bem humorada. Porém (porque nem tudo é perfeito), caso seja abordada por algum assunto do qual eu não goste pela manhã, estraga o meu dia e o da pessoa em questão. No geral, sou uma pessoa fácil de lidar (isso não quer dizer que seja doce XD) e todos que tem uma convivência mesmo que breve comigo sabe daquilo que gosto e do que não gosto. Converso sobre tudo. Mas pela manhã, definitivamente não. Mas sempre tem um (que eu acho que curte) pra fazer a vez!

E mais um?

  • Você liga pra pizzaria: "Quero uma pizza meia mussarela e meia calabreza. Por favor, com pouca cebola... quanto tempo demora a entrega?". O atendente super prestativo responde: "Trinta minutos". E começa o martítio!!! Começa que a malfadada nunca chega em trinta minutos! Acho que deve ser uma satisfação pessoal atrasar a entrega da pizza. Tenho plena conciência que existem outros pedidos antes do meu e longe de mim querer exclusividade, mas por que (juro que eu tento entender) eles falam trinta minutos se não vao cumpri-lo? Próxima! Chega a pizza e começa o suplício! Quando não chega com a mussarela toda na caixa, vem com molho demais e aí lasca tudo! Ah e sem esquecer da parte especial do pedido POUCA CEBOLA! Eles entendem o contrário, vem com muita cebola e pouca calabreza!

Ah, mas eu sou chata, amarga, mal educada, mala sem alça!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Carnaval...

que sacooooooo!
Tudo é samba, mulher de peitóla de fora, bundas de todos os tipos, cores, tamanhos e densidades (bunda mole é o que não falta!). Ah... mas essas são as mulheres brasileiras!
As madrinhas de bateria famosas, que malham pra ficar bem na foto do sambódramo e saem como capas de revistas, aparecendo só nos ensaios antes do carnaval, batendo no peito e proclamando seu amor incondicional a escola. Enquanto as passitas que estão ali na comunidade que passam noites em claro... quem? Comunidade? Revista? Ah é!
E claro, não vamos nos esquecer da fofocaida que vende revistas de quem pegou quem nos camarotes dos famosos! (o povo adoooooooooooooooooooora)
Não podemos nos esquecer, em hipótese alguma, dos novos hits vindo direto de Salvador (praga from the hell!), que com certeza vai invadir sua mente, nicks de msn das miguxas (todo mundo tem uma miguxa, não tenha vergonha de assumir. É um preço que você tem que pagar por algum pecado que você pensou em cometer XD), as prateleiras de CD's nas lojas, na internet, mensagens no orkut com dolls (medo, medo, medo).
Ah... e se você for um sortudo que possui uma ântena pirâmide com esponja de aço na ponta, não terá muitas opções! TV à cabo é só pros mais evoluídos! Aqueles que compram as malfadadas revistas de famosos que foram passar o carnaval fora do país, em algum castelo ou ilha, chiquérrimo fofa!
Por essas e por outras eu odeio o carnaval!