segunda-feira, 3 de maio de 2010

Dito popular...

não saia de casa sem ele!
.
*Ditados populares
Ditado, como o próprio nome já diz, é a expressão que através dos anos se mantém imutável, aplicando exemplos, morais , filosóficos e religiosos.
Os provérbios e os ditados populares constituem uma parte importante em cada cultura.
Historiadores e escritores tentaram descobrir a origem dos ditados populares, mas essa tarefa não é fácil.
.
Algumas pessoas levam a risca o uso de ditos populares no seu dia a dia.
Ditos populares costumam preencher as lacunas verborrágicas diárias de uma maneira bem pitoresca.
Exemplos:
.
Caso1- A mãe de um conhecido morreu. As pessoas ficam tristes, alguns inconformados pelo infortúnio que assola a família tão querida (salvo alguns genros), então, eis que surge a pérola: Para morrer, basta estar vivo!
.
Caso2- É dado indulto de natal a presidiários com bom comportamento, só que uma boa parte, não retorna para terminar de cumprir sua pena e alguns danadinhos ainda cometem mais crimes. A frase célebre a seguir é: Pau que nasce torto, nunca se endireita!
.
Caso3- Uma celebridade do mundo musical, lança o seu filho no mesmo ramo, com todo o estardalhaço que a mídia A.D.O.R.A e como o povo ama essas coisas a frase é: Filho de peixe, peixinho é! Ou ainda: Tal pai, tal filho!
.
Caso4- A filha da vizinha, que é criada com todo o mimo, uma flor de criatura, sempre gentil, doce, ajuda velhinhos a atravessar a rua, criada nos bons costumes da sociedade... embucha, ops, engravida. As más línguas já logo chicoteiam: Viu a filha de fulano, toda recatada, tá barriguda, santinha do pau oco!
.
Essas são só algumas.
.
Se as pessoas soubessem o quanto isso é irritante, não fariam com a frequência fantástica que o fazem... mas afinal como já dizia o dito popular: O que o olhos não veem o coração não sente... mas meu ouvido não é pinico pô!
.
Caso queira contribuir com mais casos, deixe seu comentário, faça como diz o provérbio chinês: O silêncio é ouro.
.
;]

Nenhum comentário: