quinta-feira, 14 de julho de 2011

Pensar demais...

dá nisso!



Como todos sabem, tenho sérias dificuldades para dormir (o Marcos que o diga) e são nesses momentos que surgem os questionamentos mais relevantes para nossa existência.
Não estou falando de perguntas triviais como: "Oh, de onde viemos?" ou "Existe vida após a morte?".

Nada disso querido(a) leitor(a), que espera ansiosamente (viu!? ansioso não é com C, ok!? tranquilo!?) pela quinta para adentrar na Alinelândia, são perguntas assim:

Como o Tiranossauro limpava a bunda?

(com esses bracinhos... no way)
Porque se não limpamos a nossa ficamos assadinhos! Será que ele se arrastava igual cachorro quando come bexiga? Ou ficava roçando suas partes em algum coqueiro, o que eu acho perigoso. Vai que algum coco desavisado entra no lugar errado, néam!?

Para onde vão os pés de meias, as tampas de BIC e calcinhas/cuecas que colocamos pra lavar e nunca mais encontramos?

(medoooo)
Existe uma vertente filosófica que diz que todos vão parar num universo paralelo chamado Beleléu. Acho que não. Acredito que isso é uma conspiração das canetas BIC. Sim, almas inquietas e necessitadas de luz! Há uma conspiração interestelar, ocorrendo em nossa auspiciosa Milk Highway.
Já percebeu que sempre que procuramos uma caneta para usar, lá está ela nos observando, a BIC.
Ela acabou com a Kilométrica, a Caneta Simpática.
E sua tampa é um portal para o infinito e além, onde criaturas gélidas precisam se aquecer com nosso pé de meia e as mais taradinhas pegam nossas roupas íntimas!

Por que o Seya sangra e nunca morre?


(...)

Não me venha com a resposta do tipo: "Mulher sangra todo mês e não morreeeeeee!" Jura? Ah vá!
Primeiro que aquela armadura não protege nem do vento, diga lá de um golpe mega poderoso. Lógico que ele vai sangrar.
Mas zente, peloamordedéls (é assim mesmo, tudo junto), ele sangra rios de sangue e nem morre.
Tipo ele acende feito uma lanterna de acampamento (depois de uma hemorragia sem fim) e tá dá, ele arrebenta o inimigo na porrada e nem desmaia depois.
Me dê sua força pégasuuuuuuuuuuuuuuuuu, tô precisada amiguinho alado (a propósito, já disse que o Marcos tem um unicórnio no quarto? Ele diz que é um cavalo... sei não viu!?)!!!!!
Isso é meio decepcionante... quem sabe um dia ele morre néam!?

Por que quando peidamos na água, as bolinhas que sobem a superfície, quando se rompem, não despreendem a aquela nuvem verde gasosa? E por que a água não fica fedida ao redor?



Não tenho nenhuma teoria formada. Nunca vi um peixinho peidar...

Deixo aqui, algumas de minhas teorias aleatórias de assuntos vitais para nossa existência que não me deixam dormir!

Até a próxima.


Ps: Acho que preciso dormir mais.
Ps2: É um unicórnio sim, olha a foto!

(This is Sparta baby!)
Ps3: Todas as imagnes utilizadas nesse post, foram retiradas do wikipédia.

2 comentários:

vannybraga disse...

Diva!!!!! Diva!!!!!
Como sempre seus post's são o Must!!!!!
Adóóóro!!!
Mas tb muitas vezes fico com esse tipo de dúvida que tira meu sonon e muitas vezes minha sanidade!!!rsrsrsrrsrs

Bjokas!!!

Dani disse...

kkkkkkkkkkkkkkk O inspiração!!!!!